Jordi Farré, nome por trás do voto de desconfiança contra o conselho do Barcelona, ​​afirmou que tomará medidas legais contra o conselho se eles atrasarem a votação.

“Eu nunca processaria o clube, mas conversei com meu advogado sobre processar o presidente Josep Maria Bartomeu e o conselho se eles não fizerem a votação dentro do prazo estipulado nos estatutos do clube”, disse ele à Europe Press.

Portanto, se o clube não indicar uma data para a votação ainda hoje, segunda-feira (26), prazo para que o façam, Farré entrará com uma ação judicial contra Bartomeu e a diretoria.

O Barça está considerando adiar a votação devido à situação de saúde na Catalunha. O clube deseja garantir aos membros votantes sua saúde e segurança antes de pedir que votem. O governo catalão aprovou os dias 1 e 2 de novembro para realização da votação.

LEIA TAMBÉM:
Matheus Fernandes é liberado pelo departamento médico do Barcelona
Koeman disse pra De Jong ter cuidado em Barcelona
Philippe Coutinho ​​deverá perder três semanas devido a lesão
Barcelona abre negociações com Ronald Araújo para renovação contratual

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui