Javier Bordas, o ex-diretor e posteriormente vice-presidente de Josep Maria Bartomeu no Barcelona, ​​suspendeu as negociações para recontratar Neymar do Paris Saint-Germain em 2019.

Em declarações ao programa El Partidazo, do Cadena Cope, Bordas explicou que o clube estava com € 20 milhões (R$128 milhões) a menos para recontratar o brasileiro, em um acordo a dinheiro mais jogadores.

“Oferecemos ao PSG 110 milhões de euros (R$ 705 milhões) mais Todibo, Rakitic e o empréstimo de Dembélé. O PSG queria 30 milhões de euros (R$192 milhões) mais Todibo, Rakitic e Dembele por empréstimo. O Neymar estava a 20 milhões de euros de voltar. O pai do Neymar disse que iria compensar a diferença, mas no final isso não aconteceu”, disse Bordas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui