Atualmente, Daniel Alves está sem clube após completar sua curta segunda passagem pelo Barcelona após jogar nos primeiros seis meses de 2022. Seu contrato não foi prorrogado pelo clube há um mês, e a jornada do brasileiro no Camp Nou agora é oficializada. sobre.

E enquanto ele continua grato pela oportunidade de voltar, Alves não se conteve em seus sentimentos em relação à maneira como ele partiu. Em entrevista ao The Guardian nesta semana, Dani teve palavras duras a dizer sobre o estado geral do clube, não apenas quando se trata de como sua saída foi tratada, mas a maneira geral como os negócios são conduzidos na capital catalã atualmente.

“Não saí triste. Saí feliz por ter voltado ao Barça. Sonhei por cinco anos querendo viver esse segundo momento. A única coisa que eu não gostei foi como minha partida foi tratada.

Desde que cheguei, deixei bem claro que não era mais um cara de 20 anos e que queria que as coisas fossem feitas de frente, sem esconder as coisas. Mas este clube pecou nos últimos anos. O Barça não se importa com as pessoas que fizeram história para o clube. Como Culé , gostaria que o Barcelona fizesse as coisas de forma diferente. Não estou falando de mim porque minha situação era outro cenário. Sou eternamente grato a Xavi e ao presidente por me trazer de volta.

Encontrei um clube cheio de jovens com ideias incríveis em campo. Mas precisa melhorar o trabalho fora de campo. A mentalidade é totalmente oposta ao que construímos há alguns anos. Tudo o que acontece no campo é reflexo do que acontece fora. Estou torcendo para que o Barça volte ao topo, mas é supercomplicado. O futebol é mais equilibrado, é um jogo coletivo. E isso foi deixado de fora no clube”, disse ele.

LEIA TAMBÉM:

Barcelona renova interesse em Chukwuemeka, jogador do Aston Villa
Matheus Pereira completou sua transferência o SD Eibar
Barcelona e Leeds United chegam a acordo com Raphinha
Barcelona confirma lesão no pé de Ferran Torres

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui