O papel do PSG no mercado, a relação com o presidente do Real Madrid Florentino Pérez e Javier Tebas , bem como a Superliga Europeia, foram assuntos de interesse aos quais Joan Laporta respondeu durante a sua visita ao programa Esports3 Onze.

 Em relação ao PSG, o presidente do Barça garantiu que pulou todas as regras existentes e existentes e é por isso que Tebas, que um defensor do ‘fair play’, iniciou uma cruzada contra o PSG.

Laporta admitiu que “Florentino e Tebas são muito opostos”. “Entendemos que a contribuição do Barça e do Real Madrid deve ser ponderada. Reconheço o Tebas que é um defensor do fair play, e está em cruzada com o PSG ”, embora tenha destacado que“ fechou e está obcecado com a Superliga ”. Laporta afirmou que o projeto da Superliga “está vivo, os três clubes continuam fortes”, referindo-se a Madrid, Juve e Barça. “Todas as pressões e tentativas de sanções deram em nada. Muitos clubes nos dizem para continuar porque isso também lhes convém. 

A UEFA nada pode fazer para impedir o projeto de continuar. Eles fecharam os arquivos iniciados e as sanções aos clubes ingleses ficaram sem efeito. Será uma competição muito atrativa, a mais atrativa do mundo, onde os clubes serão muito beneficiados. Isso sim.

De Florentino, Laporta disse que embora sejamos presidentes de clubes que são eternos rivais, se houver coincidências, estamos lá.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui